Banco Bradesco agência 1056 Prime São Lucas – Belo Horizonte-MG

Agencia Bradesco 1056-1

PRIME SÃO LUCAS


AVENIDA BRASIL, 888

Cidade: BELO HORIZONTE – MG

Bairro: SANTA EFIGÊNIA

CEP: 30140-001

Telefone: (31) 3244-5950

E-mail: 1056.gerencia@bradesco.com.br



TELEFONES DO BRADESCO

Capitais e regiões metropolitanas:

4002 0022

Demais regiões:

0800 570 0022

SAC:

0800 704 8383

Acesso do exterior:

55 11 4002 0022

Deficiência auditiva/fala:

0800 722 0099

Ouvidoria:

0800 727 9933

Site:

www.bradesco.com.br

Ligue para fazer reclamações, cancelamentos, pedir informações e tirar dúvidas gerais.

Atendimento 24 horas, 7 dias por semana.


– Dados obtidos através do Banco Bradesco e do Google –

DICAS DE SEGURANÇA:

Golpes mais comuns:

Falso link:

Não clique em links enviados em nome do seu Banco. A instituição geralmente não envia links por E-mail, SMS ou WhatsApp, e se enviem, se informe no banco.

Caixa Eletrônico:

Nas Máquinas de Autoatendimento ou nos caixas, nunca aceite a ajuda de estranhos. Procure sempre um funcionário identificado para ajudá-lo.

Compra equivocada:

Por telefone, o golpista pode se passar por um funcionário ou gerente do seu banco informando uma compra de valor elevado no cartão de crédito. Não passe dados do cartão e muito menos a SENHA.

Boleto falsificado

Códigos de barra de títulos de cobranças podem ser adulterados pelos golpistas. Se receberes algum boleto suspeito, se informe com o seu credor.

Empréstimo com pagamento antecipado:

Se aproveitando de pessoas com dificuldades financeiras ou restrições de crédito, golpistas oferecem empréstimos com crédito fácil e liberação rápida do dinheiro. A vítima é orientada a depositar um determinado valor em uma conta bancária a título de impostos, taxa de cadastro, protocolo, processamento.

Bilhete premiado:

A vítima é informada, geralmente pelo celular, que ganhou ou foi sorteada em falsos concursos e sorteios. Há casos nos quais os golpistas pedem também o depósito de algum valor a título de impostos, taxa de cadastro, protocolo, processamento, transporte e etc. Não caia nesse golpe!

Doação irregular:

Se passando por uma ONG, fundação ou creche, o estelionatário liga para vítima solicitação doações.

Falsas centrais:

Alguns golpistas procuram entrar em contato com os clientes se passando por empregados das centrais de cartões ou do banco, para obter informações e, assim, aplicar golpes.

O que fazer em casos de suspeita de golpe?:

Todos os bancos utilizam de modernos recursos para garantir a segurança de suas transações bancárias, porém podem ocorrer fraudes ou tentativas. Nestes casos, entre em contato imediato com sua agência ou ligue para as Centrais de Atendimento, informando o maior número possível de dados, para que as devidas providências sejam tomadas.